Histórico e contextualização do Programa

O Programa de Pós-Graduação da Medicina Interna e Terapêutica (PGMIT) teve início em 1996 e em 2009 visando consolidar a interdisciplinaridade do nosso programa, foi solicitado a mudança do nome para “Programa de Pós-Graduação em Saúde Baseada em Evidências”, mudança essa finalizada em 2014. O programa é multidisciplinar tanto na composição do grupo de professores orientadores como dos seus discentes, tem como objetivo promover a aplicação de metodologias científicas para criação de conhecimentos novos, ligando o aprimoramento do conhecimento acadêmico à busca da eficiência em saúde com base em dados científicos de qualidade, reduzir as incertezas e produzir pesquisas clínicas de excelência a partir do mapeamento dos gaps da literatura. Tem como missão a produção de publicações científicas na área clínica, sínteses úteis baseadas em evidências para tomadas de decisões, o desenvolvimento de metodologias de implementação e impacto da relação ciência/tecnologia e saúde humana através de pesquisas clínicas de grande rigor metodológico, com ênfase em Revisões Sistemáticas e Metanálises, Ensaio Clínicos Randomizados, Estudos de Acurácia e Avaliação de Tecnologias em Saúde. O Programa tem como área de concentração Saúde Baseada em Evidências e seis linhas de pesquisa: Metodologia para a aplicação da medicina baseada em evidências, metodologia e realização de revisões sistemáticas de terapêuticas em saúde, metodologia e realização de ensaios clínicos controlados e avaliação da acurácia de testes diagnósticos. Recentemente, criamos duas linhas de pesquisa inovadoras: Evidências em educação Médica e demais profissões da Saúde e  judicialização e economia na Saúde. Com isso, estamos delineando para o futuro uma massa crítica de profissionais de saúde melhor habilitados para o ensino, pesquisa e para a prática profissional, cientificamente embasada em prol da eficiência em saúde, capazes de criar conhecimentos para a era da efetividade, eficiência e segurança baseado nas melhores evidências científicas. Com pesquisas primárias e revisões sistemáticas e avaliações de novas tecnologias a serem avaliadas para uma prática baseada na ciência de melhor qualidade.

Objetivo Geral:

Criar novos conhecimentos em todas as áreas da saúde, abrangendo o ensino, avaliação crítica, a prevenção, o diagnóstico e o tratamento das doenças utilizando métodos de epidemiologia clínica que são estratégias modernas para a pesquisa clínica. O programa visa ainda o aprimoramento de profissionais de saúde voltados para criação de novos conhecimentos válidos e aplicáveis.

Objetivos específicos:

Possibilitar ao aluno:

1. Desenvolvimento crítico e científico, para o embasamento de tomadas de decisão em relação à criação e incorporação do conhecimento na área da saúde;

2. Habilitação para delineamento de pesquisas sobre terapêutica, prevenção e diagnóstico de doenças, além de avaliação na realidade das hipóteses criadas a partir de teorias fisiopatológicas;

3. Capacitação para identificação de perguntas relevantes tanto em pesquisas básicas quanto em estudos clínicos e epidemiológicos necessários na área da saúde;

4. Capacitação para avaliação de novas tecnologias em saúde;

5. Capacitação para desenvolvimento de políticas de saúde, validadas pelo método científico focados na efetividade, eficiência e segurança baseadas em evidências.

6. Capacitação em educação na área da saúde baseada em evidências.

© 2013 - 2017 Universidade Federal de São Paulo - Unifesp

Rua Napoleão de Barros, 865 - Vila Clementino  •  CEP 04024-002 - São Paulo - SP
+55 11 5576 4848 VoIp 2184   •   pgsbeunifesp@gmail.com